Natura

Tommy

sábado, 9 de agosto de 2014

Bora Ver?

Dica Cultural

Amigos e lindonas ontem devido a um compromisso pessoal, não foi possível postar o quadro Dica Cultural. Mas, é sábado, ainda dá tempo de curtir programas culturais na cidade de São Paulo. Alguns programas eu também gostaria de fazer. A minha sugestão de hoje é o musical o Rei Leão, a peça Meu Passado me Condena e a Festa de Nossa Senhora de Acheropita, que pretendo ir no próximo final de semana. Creio ser garantia de diversão. Bora ver ?

Musical- O Rei Leão

El Rey León. Diseño artístico

O musical é fruto da união de talentos musicais e teatrais, reconhecidos em todo mundo e da fusão das mais sofisticadas disciplinas das artes cênicas africanas , ocidentais e asiáticas.
Visto por quase 65 milhões de espectadores e ganhador de 70 prêmios , este musical com mais de 15 anos na Brodway conta com canções de Elton Jhon, Tim Rice e a música de Lebo M. r Hans Zimmer.

Local: Teatro Renout 
Maiores informações diretamente no site: http://premier.ticketsforfun.com.br/shows/show.aspx?sh=teatror

Teatro- Meu Passado me Condena

<p> O casal Fábio Porchat e Miá Mello estreiam em agosto 'Meu Passado Me Condena - A Peça' no Frei Caneca</p>

A comédia Meu Passado Me Condena, sucesso no cinema, ganhará uma versão para o teatro. Com atuação de Fábio Porchat e Miá Mello, Meu Passado Me Condena – A Peça estreia em 1º de agosto no Teatro Shopping Frei Caneca. A direção é de Inez Viana e o texto de Tati Bernardi, que assinou os roteiros do seriado e do filme homônimos.

Festa- 88ª Festa de Nossa Senhora de Achiropita

<p> Festa de Nossa Senhora Achiropita, no bairro da Bela Vista</p>

Resenha por Vinicius Tamamoto
A partir de sábado (2/8), o Bixiga recebe uma das festas mais tradicionais da cidade, que chega à 88ª edição. Para saciar a fome de 20 000 pessoas por noite, trinta barracas serão distribuídas pelas ruas do bairro com delícias italianas, a exemplo de fogazza (R$ 8,00), fricazza (uma pizza alta, R$ 5,00), polenta (R$ 10,00) e fatias de pizza (R$ 4,00), além de doces típicos. Na cantina, na qual paga-se para entrar, há comida, música e dança. De 2 a 31/8/2014.

Local: Ruas 13 de Maio, São Vicente e Doutor Luiz Barreto.
Informações(11) 3106-7235.
Horário: Sábado, 18h à 0h; domingo, 17h30 às 22h30.
Grátis. 

Exposição: OSGEMEOS- A Ópera da Lua


Resenha por Laura Ming
Ao entrar no galpão, o público se insere no colorido e surreal mundo de personagens amarelos cercados por criativos cenários. A sala principal foi forrada de telas e instalações, que trazem o traço delicado e divertido da dupla. Em outro espaço, encontra-se uma escultura de 5 metros de altura, a maior já feita pelos irmãos. Eles inovam com a instalação interativa abrigada dentro de uma casinha que lembra as do Cambuci, bairro onde Gustavo e Otávio Pandolfo cresceram. Antenada com o desejo do público de registrar tudo com a câmera do celular, a exposição traz até um boneco para os visitantes tirarem fotos junto. Mas prepare-se: tanto sucesso tem formado uma fila que pode passar de duas horas. De 29/6/2014. Até 16/8/2014.

Local: Galpão Vilaça

Rua : James Holland, 71 - Barra Funda - São Paulo - SP - Tel.: (11) 3392 3942
Terça a sexta, 10h às 19h; sábado, 10h às 18h.
Teatro- Cais ou da Indiferença das Embarcações 

<p> 'Cais ou da Indiferença das Embarcações': uma das peças com mais indicações ao prêmio Shell 2013 tem 3 horas de duração</p>

Resenha por Dirceu Alves Jr.
No fim de outubro de  2012, a montagem da Velha Companhia estreou de mansinho no Instituto Cultural Capobianco. Fez-se, então, um boca a boca em torno do drama épico escrito e dirigido por Kiko Marques. Algo compreensível não apenas por sua história arrebatadora, que enfoca três gerações de uma família, mas também pela forma como a encenação simples reproduz a trama ambientada na Ilha Grande, no litoral fluminense. No fim da década de 20, a garotinha Magnólia (Tatiana de Marca) conhece um rapaz crescido (o ator Marcelo Marothy), e os dois se apaixonam. A Revolução de 30 e o Estado Novo afastam a possibilidade de um reencontro, e ela se casa com outro. Quem traz essa história à tona — e suas consequências trágicas — é o ator Walter Portella, na pele de um narrador que representa um barco. Efeitos especiais ou recursos sofisticados são dispensados. Em cena estão dois músicos e doze atores, entre eles entre eles Alejandra Sampaio, Marcelo Diaz, Marcelo Laham, Maurício de Barros, Virgínia Buckowski, Patrícia Gordo e o autor e também diretor. Estreou em 29/10/2012. Até 11/8/2014.

Até 11 de agosto na Oficina  Cultural Osvald de Andrade

Rua Três Rios, 363 - Bom Retiro - São Paulo - SP - Tel.: (11) 3222 2662
Segunda, terça, sexta e sábado, 19h.
Ingressos distribuídos meia hora antes.
Grátis

Fonte: http://vejasp.abril.com.br/