Natura

Tommy

sexta-feira, 27 de junho de 2014

Dica Cultural

Bora ver?

Amanhã o Brasil joga contra o Chile. Vamos torcer para que a seleção faça bonito em campo e saia vitoriosa desse confronto. Além da bola em campo, muitos outros eventos vão acontecer na cidade de São Paulo. A capital paulista está repleta de aconteceimentos culturais. Bora ver?

Teatro- O Que o Mordomo viu- Com Marisa Orth e Miguel Falabella

Marisa Orth e Miguel Falabella: flagrante de traição resulta em muitas confusões

Resenha por Dirceu Alves Jr.
Lá estão eles, Miguel Falabella e Marisa Orth, os velhos parceiros de palco, reunidos outra vez. E ainda por cima no Teatro Procópio Ferreira, o lugar que abrigou o seriado Sai de Baixo, exibido pela Globo entre 1996 e 2002. Também diretor, Falabella adaptou O que o Mordomo Viu, comédia escrita pelo inglês Joe Orton em 1967, e chamou a amiga para dividir os créditos. Na trama, o ex-Caco Antibes interpreta Arnaldo, um psiquiatra conturbado flagrado com a secretária pela mulher não menos nervosa, Mirta (papel de Marisa). Sem roupa, a moça (a atriz Alessandra Verney) se esconde atrás de uma cortina. Na tentativa de limpar sua barra, o protagonista dá origem a uma sucessão de equívocos. Um médico (Marcello Picchi), um detetive de polícia (Ubiracy Paraná do Brasil) e um candidato a secretário (Magno Bandarz) entram e saem de cena, por portas espalhadas pelo cenário, como nos clássicos cômicos. Contido e sem exagerar nos improvisos, Falabella realça o carisma e estabelece cumplicidade com a plateia. Marisa, por sua vez, é o destaque do elenco. Diante das variações de personalidade de Mirta, como louca, bêbada, ninfomaníaca e depressiva, a atriz explora um timing cômico invejável. Enquanto Picchi (surpreendente) e Alessandra também dão bem conta do recado, o deslize fica com Bandarz e Paraná do Brasil, nitidamente pouco íntimos do gênero. Estreou em 21/3/2014. Até 13/7/2014.

Teatro Procópio Ferreira

Rua Augusta, 2823 - Jardim Paulista - São Paulo - SP - Tel.: (11) 3083 4475
Sexta, 21h30; sábado, 19h e 21h30; domingo, 19h.
Bilheteria: 14h/19h (terça a quinta); a partir das 14h (sexta a domingo).
R$ 50,00 a R$ 130,00 (sexta)
R$ 50,00 a R$ 150,00 (sábado e domingo)

Cinema -Os Homens São de Marte...e É Pra Lá Que Eu Vou - Com Mônica Martelli


Resenha por Miguel Barbieri Jr.
Aos 39 anos, Fernanda (Mônica Martelli) está separada e anda à procura da cara-metade. Ela é dona de uma empresa especializada em casamentos e arranja uns momentinhos para paquerar durante as festas dos clientes. Seu primeiro pretendente, o galanteador e romântico Juarez (Eduardo Moscovis), revela-se o homem ideal, mas tem um “pequeno defeito”. Outros vão conhecer Fernanda e se apaixonar por ela ao longo da história. Dirigida com elegância por Marcus Baldini (de Bruna Surfistinha), a comédia tem uma produção bastante caprichada e atores coadjuvantes dando suporte para a protagonista brilhar. Além do sempre divertido Paulo Gustavo (Minha Mãe É uma Peça), Irene Ravache, Humberto Martins e Daniele Valente encontram o tom certo do humor. As melhores sequências, contudo, são com o alemão Peter Ketnath (Cinema, Aspirinas e Urubus) no papel de um estrangeiro na Bahia. Estreou em 29/5/2014.


Do palco para a tela: o filme é baseado na peça escrita pela própria Mônica Martelli e vista por 2 milhões de pessoas nos nove anos em que permaneceu em cartaz.

OBS: Mais informações sobre horários e salas de cinema. vejam no site no final dessa postagem.

Shows- Diogo Nogueira


Dia 27 de junho no HSBC Brasil

Rua Bragança Paulista, 1281 - Vila Cruzeiro - São Paulo - SP - Tel.: (11) 4003 1212
Sexta (27), 22h.
Bilheteria: 12h/22h (segunda a quinta); a partir das 12h (sexta). Estacionamento com manobrista: R$ 35,00
R$ 80,00 a R$ 240,00

Exposições- Mostras sobre futebol que estão em cartaz em São Paulo

a

Copa do Mundo é o principal assunto na cidade, e as galerias e instituições culturais não poderiam ficar de fora. Não faltam opções para quem quiser sair um pouco da frente da televisão e fazer um passeio com mais futebol. Em cartaz no Instituto Tomie Ohtake está, por exemplo, a exposição ARTEFUTEBOLARTE, que mistura fotografias de grandes ídolos atuais como Neymer, Ronaldo e Ronaldinho, com pinturas de artistas brasileiros. Já Pelé: A Construção de um Rei, na Galeria Lume, traz doze cliques do rei em preto e branco. Tem até o craque em um momento descontraído, debaixo do chuveiro.

No Sesc PompeiaMúsica de Chuteiras apresenta canções que embalaram nossas campanhas em outros Mundiais: Pra Frente Brasil (tricampeonato no México em 1970) eVoa Canarinho, Voa, associada depois ao fracasso do time de Zico e companhia em 1982. De cunho mais político, O Negro no Futebol Brasileiro, doMuseu Afro Brasil, é uma seleção de imagens e caricaturas de jogadores negros que fizeram história em nosso país.

O olhar feminino, por sua vez, aparece em As Donas da Bola no CCSP. Exatos 121 trabalhos de onze fotógrafas, todas mulheres, registram a paixão pela pelota em locais remotos do Brasil. Menos literal é O Artista e a Bola, em cartaz na Oca: instalações que remetem ao futebol foram escolhidas, como uma tela redonda de Ivan Serpa. Finalmente, Arte e Futebol leva sessenta 60 obras de arte naif sobre o esporte à Galeira Jacques Ardies.

É Grátis! OSGEMEOS- A Ópera da Lua

Osgemeos são a febre do momento

er

Resenha por Laura Ming
Após cinco anos sem expor na cidade, a dupla de grafiteiros apresenta trinta trabalhos inéditos entre telas, instalações e vídeos. Os personagens amarelos em cenários surreais ocupam toda a galeria nesta montagem, que inclui uma projeção em 3D e uma escultura secreta.  De 29/6/2014. Até 16/8/2014.

Local: Galpão Fortes Vilaça- Até 16 de agosto

Rua James Holland, 71 - Barra Funda - São Paulo - SP - Tel.: (11) 3392 3942
Terça a sexta, 10h às 19h; sábado, 10h às 18h.

Fonte: http://vejasp.abril.com.br/